Morte de políticos no MS e conversa com Bolsonaro marcaram a semana política de MS

Semana foi de pouca agitação, mas teve pré-candidato ao Governo reiterando apoio a ex-ministra e lançamento de frente bolsonarista
| 04/06/2022
- 08:00
Morte de políticos no MS e conversa com Bolsonaro marcaram a semana política de MS
Foto: Divulgação

A semana política no Mato Grosso do Sul foi pouco agitada, mas teve alguns eventos que podem alterar a corrida ao Governo do MS futuramente. Além do lançamento da frente pela liberdade, que contou com a presença da famosa 'tropa de choque' do presidente, o rendeu assuntos que pedem pela união de toda a direita no MS.

Ao decorrer da semana, Mato Grosso do Sul perdeu nomes relevantes para política, como ex-vereador e ex-secretário Fausto Matto Grosso, o prefeito de Cassilândia Jair Congo Boni (PSDB) e o ex parlamentar, João Derli.

Teve também a ex-ministra Tereza Cristina (PP) tomando café com presidente Jair Bolsonaro (PL) e conversando sobre as articulações políticas no MS. Questionada sobre o apoio do colega de chapa, a pré-candidata ao Senado 'pulou' longe e disse não ter tratado nada sobre Riedel (PSDB).

Além da conversa com o presidente, Tereza Cristina ganhou mais um apoiador a sua pré-candidatura, o pré-candidato ao Governo de MS (PRTB).

Dois vereadores e mais dez servidores da Câmara Municipal de Campo Grande foram diagnosticados com Covid-19. O presidente da Casa de Leis junto com a Mesa Diretora decretaram novamente o uso obrigatório de máscara de proteção.

Veja também

Relator da Comissão Processante votou pelo arquivamento do processo, que recebeu dois pareceres favoráveis para continuação

Últimas notícias