Delegado-geral se envolve em briga de trânsito e atira contra carro de mulher na Avenida Mato Grosso

Se envolveu em uma briga de trânsito e efetuou disparos contra o carro de uma motorista de 24 anos na Avenida Mato Grosso
| 16/02/2022
- 23:56
Via WhatsApp
Via WhatsApp - Foto: Graziella Almeida

O delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Adriano Garcia Geraldo, se envolveu em uma briga de trânsito e efetuou disparos contra o carro de uma motorista de 24 anos na , região do Bairro Santa Fé, em Campo Grande, na noite desta quarta-feira (16). O delegado João Eduardo Davanço, da Depac Centro, disse à reportagem que a motorista teria cometido uma imprudência no trânsito, e por isso foi perseguida.

De acordo com a polícia, o delegado geral transitava em um Chevrolet Cruze, descaracterizado da Polícia Civil, momento em que ele deu voz de parada à condutora que estava em um Kwid. Ela, ainda segundo informação dada pela polícia, supostamente teria fugido no momento em que o delegado teria dado voz de parada e acionado os sinais luminosos do veículo oficial. Três pneus do carro da condutora foram estourados com os tiros durante a perseguição. Os fatos ocorreram na Avenida sentido Parque dos Poderes - Centro.

“Discussão no trânsito. Ela estava indo para casa. O carro do policial não tem identificação nenhuma, como que ela vai saber se era um delegado, mas tudo bem. O delegado disse que ela virou uma rua que era para virar, ou não virou, uma manobra, alguma coisa”, disse o pai da condutora, que se identificou como Jaime. A jovem e o delegado foram levados à delegacia.

“Na proximidade do Comper (Avenida Mato Grosso), a condutora desrespeitou algumas leis de trânsito, e ele deu voz de parada, ele então se identificou como policial e iniciou perseguição. Então teve uma desobediência ali”, disse o delegado João Eduardo Davanço, da Depac Centro.

Crise com delegado geral na Polícia Civil

Delegados da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul suspeitaram que decisões recentes do delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Adriano Geraldo Garcia, estariam ligadas à suposta tentativa de interferir na briga pelo controle da contravenção em Campo Grande, em novembro do ano passado. Diversos colegas confirmaram ao Jornal Midiamax que 'estranham' o comportamento do chefe. Ele chegou a ser afastado do cargo.

A crise já causou bate-boca em reunião oficial na DGPC (Delegacia-Geral da Polícia Civil) e os policiais temem represália por parte da cúpula.

Ao Midiamax, Adriano Garcia disse à época que as suspeitas são 'absurdas'. No entanto, colegas dele confirmam que várias unidades policiais da Capital foram arrastadas para uma série de 'batidas' contra anotadores do jogo do bicho em bairros de Campo Grande. As ações não teriam efeito prático e teriam isolado uma força-tarefa criada desde a Operação Omertà, que atingiu a contravenção na cidade. 

(Atualizada para acréscimo de informações).

whatsapp image 2022 02 16 at 19.58.10 - Delegado-geral se envolve em briga de trânsito e atira contra carro de mulher na Avenida Mato Grosso

Veja também

Um motorista, ainda não identificado, bateu no muro de um salão comercial disponível para aluguel,...

Últimas notícias