Mais uma vez, o “terror” ou “thriller” tomou conta da novela “Pantanal”. O costuma ser o mesmo: a tapera de Juma (Alanis Guillen). Na segunda, foi o Velho do Rio (Osmar Prado) quem protagonizou um momento tenso que lembra aqueles filmes que dão medo. Já no capítulo desta quinta (22), foi a própria Juma a protagonista da sequência “de arrepiar”.

Apesar do tom de medo, a cena em que ela se transformou em onça e matou Solano (Rafa Sieg) em sua tapera foi comparada à saga X-Men, da Marvel, especialmente pela mutação da personagem. Assim como Maria Marruá (Juliana Paes), Juma também teve seus olhos modificados quando virou o felino para atacar o matador.

Além disso, a esposa de Jove (Jesuíta Barbosa) ganhou a força e as garras do animal, lembrando mesmo uma mutante de X-Men. Nas redes sociais, a cena não para de ser aclamada, especialmente pela bolha twitteira, que frequenta o Twitter e é massivamente “habitada” por um público mais jovem.

Adolescentes, adultos na casa dos 30, e pré-adolescentes, em sua maioria, estão dizendo que a novela “lacrou” com a cena mutante e até estão pedindo mais sequências como esta. Veja a cena e confira parte da repercussão:

https://twitter.com/JnioNitter/status/1573287995788218368
https://twitter.com/Sabelhinhaa/status/1573124249510117376

Pantanal Nutella?

A aposta é que a direção, ao realizar a sequência dessa maneira, com edição, filtros, takes e elementos de filmes de super-heróis ou de terror, tinha mesmo a intenção mesmo fisgar o público desse nicho e fazer o momento icônico repercutir nas redes, despertando ainda mais atenção da garotada mais nova, especialmente pelo fato do público noveleiro ser, em sua maior parte, feminino e mais velho.

Ainda assim, a direção de “Pantanal” parece ter esquecido que essa audiência dominante estaria acompanhando a novela durante a cena de “terror”. O Jornal Midiamax conversou com algumas donas de casa sul-mato-grossenses que acompanham o capítulo do folhetim para saber o que elas acharam da sequência.

“Fiquei assustada, nem parecia a novela. Não tem nada a ver com a primeira Pantanal, ficou muito feio isso, deu medo, não gostei”, opinou Márcia Silva, de 55 anos.

Já a aposentada Nilce Maria, de 75 anos, foi além. “Achei muito feia, não lembra em nada a primeira versão. Parece que eles querem fazer algo assim que não faz parte da essência da novela. Estava gostando desse remake, mas já tem um tempo que começou a desagradar. Essa cena então, acho que foi a pior que colocaram no ar. A gente não quer ver filme de terror, já não bastava o Cramulhão?”, disse ela.

A empregada doméstica Sirley Cunha, de 51 anos, se arrependeu de assistir ao capítulo. “Nossa, sabia que a Juma ia matar o Solano, mas não esperava que fossem fazer um negócio tão feio. Tava com sono já na hora do mas fiquei no sofá porque queria assistir, pra fazerem isso. Minha filha gostou, ela gosta desses X-Men, meu filho também, mas fiquei chateada”, comenta a moradora.

Direção de Pantanal

Enquanto a direção testa e abusa dos recursos cinematográficos, incorporando elementos de outros produtos de ficção, as tias do sofá se horrorizam com a “brincadeira”. Acostumadas a sentar em frente à televisão e acompanhar histórias mais robustas, em nada faz diferença para esse público majoritário uma tecnologia ou outra.

Será que é possível conquistar um público sem desagradar o outro? Vale destacar que a audiência mais jovem é aquela dispersa, que nem assiste todos dias (ou finge que assiste), adora comentar e acompanhar o que é tendência para mostrar que é antenada ou se sentir pertencente a algum grupo “importante” na internet, enquanto as “tias do sofá” assistem fielmente na televisão. Mesmo que essa repercussão não faça tanto barulho, são elas que, no final das contas, consomem por inteiro e mantêm o interesse e o gênero telenovela vivo.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente ou quer comentar a história acima? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento participando do nosso grupo no Facebook: é um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram.