Nomeada em fevereiro pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para cargo na SED (Secretaria Estadual de Educação), a irmã do senador Nelsinho Trad (PSD), Maria Thereza Trad Alves, foi remanejada para Fundação de e de MS.

Tetê Trad, como é conhecida, havia integrado lista de nomeações de 33 pessoas em edição do DOE (Diário Oficial do Estado) em 13 de fevereiro de 2023. A nova nomeação está na página 167 da edição desta sexta-feira (5).

Maria Thereza foi nomeada em fevereiro para cargo de Direção Gerencial Superior e Assessoramento, símbolo CCA-06, na Secretaria de Estado de Educação. O CCA-06 corresponde a um de R$ 6.001, com adicional de até 60%. Agora na Fundação de Cultura, Maria Thereza mantém o mesmo cargo e o mesmo salário.

A irmã do senador é psicóloga e já foi candidata a deputada estadual, quando obteve pouco mais de 5,3 mil votos em 2018. Ela já teve cargo na administração de Reinaldo Azambuja (PSDB), quando foi nomeada com salário de R$ 9,2 mil na Segov, e também já pousou para a revista Playboy em edição com outras duas sul-mato-grossenses.

Novas dispensas e nomeações

Também na edição do DOE desta sexta-feira (5), outros servidores foram dispensados. Em publicação na página 168, foram dispensadas sete servidoras da Função de Confiança Executiva (FCE) especificada da Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos). Na secretaria, a esposa do ex-deputado federal, Loester Trutis, a advogada Raquelle Lisboa Alves Souza foi nomeada com salário de R$ 6.001 com adicional de até 60%.