A onda de calor que vem castigando a população nas últimas semanas, será tema de audiência pública na Municipal de Campo Grande no próximo sábado (24). A discussão está marcada para as 9h no Plenário Edroim Reverdito, na Casa de Leis.

“Precisamos debater sobre a onda de calor que assola o país, a crise climática não é mais uma ameaça distante, por isso não podemos mais ignorar os alarmantes de nosso planeta”, disse a vereadora Ribeiro (PT), propositora do debate.

Calor intenso

Prognóstico do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), era de que terceira e mais intensa onda de calor que atingiu este ano chegasse ao fim no dia no dia 17 de novembro.

Foram sete dias de altas temperaturas que levaram oito cidades do Estado a atingir recordes de calor, com destaque para Porto Murtinho e Corumbá, que tiveram máximas acima dos 43°C.

De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima, a maior temperatura do ano em Mato Grosso do Sul é 43,4°C em Porto Murtinho e ocorreu em outubro. Porém, no dia 16 de novembro a cidade alcançou a marca por duas horas seguidas, o que configura esta onda de calor como a mais intensa até agora.

Na semana passada, muitas cidades tiveram máximas acima dos 41°C, com destaque para Corumbá (43,3°), Coxim (42,6°C) e Três Lagoas (42,1°C). Além disso, novos recordes de calor chegaram em Aral MoreiraBataguassuCosta Rica e Iguatemi.

Audiência pública

São reuniões realizadas por grupos de parlamentares, que normalmente formam comissões nas Casas de Leis, com representantes da sociedade civil. Os encontros visam debater assuntos relevantes de interesse público.

Por isso, pessoas diretamente afetadas pelo tema são convocadas e ouvidas durante o encontro. Projetos de lei e propostas legislativas podem ser resultados de audiências públicas.

Saiba Mais