Vereador acusado de estupro em MS tem mandato cassado e perde direitos políticos

Sessão foi realizada na quinta passada
| 25/07/2022
- 07:31
Vereadores durante sessão extraordinária
Vereadores durante sessão extraordinária. Foto: Reprodução

Durante sessão extraordinária realizada na última quinta-feira (21), a Câmara Municipal de Paranaíba, a 410 quilômetros de Campo Grande, votou pela cassação do vereador Nelo José da Silva (PSDB), de 64 anos, acusado de estupro de vulnerável. 

Seguindo relatório da Comissão Processante, os 12 vereadores foram favoráveis à cassação do parlamentar, bem como a perda dos direitos políticos por 8 anos. Nelo tinha o direito de participar do ato por videoconferência, mas a defesa recomendou que não.

Investigações conduzidas pela constataram que o então vereador abusou sexualmente de uma criança e foi por isso. A Câmara então foi notificada e instaurou uma comissão para apurar os fatos relatados no inquérito que implicava Nelo.

O responsável por relatório da Comissão foi o vereador Robson Rezende (PSDB), que encaminhou o resultado das apurações à presidência no último dia 11 de julho. Assim, o caso foi levado para julgamento na quinta passada e o vereador acabou cassado. Cabe recurso da decisão.

Veja também

O ex-prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (LSD), oficializou sua candidatura ao Governo de Mato...

Últimas notícias