Governo de MS quer solução para concluir UFN3 e concessão do Aquário do Pantanal

Em viagem ao Rio de Janeiro, comitiva se reúne com presidente da Petrobras e Grupo Cataratas
| 26/01/2022
- 11:33
Foto aérea do Aquário do Pantanal
Aquário do Pantanal pode ser concluído em março - Chico Ribeiro, Subcom

Na tentativa de buscar uma solução para concluir a obra da UFN3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III) da Petrobras, que começou a ser construída em Três Lagoas, mas nunca foi concluída, e uma definição sobre a concessão do Aquário do Pantanal, em Campo Grande, o governador (PSDB), os secretários de Infraestrutura, Eduardo Riedel, e da (Secretaria de Meio Ambiente, Produção, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, viajam ao nesta quarta-feira (26).

Uma reunião foi marcada com o presidente da estatal, general Joaquim Silva e Luna, e a diretoria da empresa para conversar sobre as obras inacabadas da UFN3.

Orçada em mais de R$ 3 bilhões, as obras foram paralisadas em dezembro de 2014, e desde então a Petrobras busca vender o ativo. Reativada, a fábrica pode contribuir para redução da importação de fertilizantes. Atualmente, em média, cerca de 85% dos fertilizantes usados no Brasil são importados. A meta do governo federal é reduzir a importação em torno de 60% do insumo. 

Aquário do Pantanal

Também no Rio de Janeiro, a equipe de Governo vai se reunir com a diretoria do Grupo Cataratas (que também é responsável pelo Cristo Redentor e Cataratas do Iguaçu) para discutir a questão do Aquário do Pantanal. O objetivo do encontro é validar ou não o contrato de concessão.

Caso não se defina aditivos ao contrato, o Estado poderá assumir a administração até que uma nova empresa interessada passe a administrar a obra. A meta do Governo é inaugurar o Aquário até o final de março.

Com assessoria

Veja também

O extrato do termo aditivo dos serviços foi publicado nesta quinta-feira (19)

Últimas notícias