Eventual federação partidária não atrapalha candidatura ao governo de MS, diz Puccinelli

Ex-governador aguarda definição das conversas do MDB com o União Brasil
| 10/02/2022
- 16:14
Ex-governador André Puccinelli é pré-candidato ao governo de MS pelo MDB
Ex-governador André Puccinelli é pré-candidato ao governo de MS pelo MDB - Arquivo

Pré-candidato ao Governo do Estado de pelo MDB, o ex-governador André Puccinelli disse que a eventual criação de uma federação partidária não atrapalharia sua candidatura. Ele garantiu que seguirá como principal nome do partido em MS.

O MDB discute se aliar ao União Brasil e a notícia desta quinta-feira (09) é a de que as conversas estão bem adiantadas, restando somente a dissolução de pequenos entraves para que o acordo seja firmado. Assim, o que for definido na executiva nacional, será aplicado aqui.

No entanto, Puccinelli diz estar seguro quanto à sua candidatura. Ao Midiamax, afirmou que lidera as pesquisas e, neste aspecto, não faria sentido ao partido trocar um candidato que está à frente por outro que está mais abaixo. “Político esperto não vai contra o povo, vai a favor do povo", ressaltou.

Ainda sobre a federação, o ex-governador ressaltou que é importante haver uma legislação eleitoral perene, que não traga mudanças drásticas a cada pleito que se inicia. “É complicado fazer mudanças com o time já entrando em campo”, disse ele, referindo-se ao fato de que os partidos teriam que fazer substituições dos candidatos para se adequar às regras.

Na última segunda-feira, a deputada federal anunciou sua pré-candidatura ao governo do Estado pelo União Brasil, deixando assim o PSDB. A chegada à nova casa deve ser formalizada em breve e pode abrir uma disputa interna caso seja concretizada a federação com o MDB, já que ela e André devem defender suas candidaturas.

Veja também

Uma das proposta visa instituir o ‘dia do coach’ no calendário de datas comemorativas da Capital

Últimas notícias