Professores repudiam aprovação de PL que reduz piso salarial dos comissionados de Sidrolândia

Durante aprovação, proposta recebeu vaias dos professores que estavam em plenário
| 14/06/2022
- 15:47
Professores repudiam aprovação de PL que reduz  piso salarial dos comissionados de Sidrolândia
Foto: Reprodução/Facebook

Vereadores da Câmara Municipal de Sidrolândia aprovaram por oito votos a seis um Complementar que pede pela redução em R$ 300 do piso salarial dos comissionados da Reme (Rede Municipal de Ensino). O Projeto de Lei foi discutido e votado em plenário, durante a sessão ordinária desta terça-feira (14).

A proposta é de autoria do Poder Executivo e não consta no protocolo da Câmara Municipal, mas foi colocada em pauta para votação dos parlamentares. O PL pede pelo acréscimo a Lei Complementar 110/2016 e não há mais especificações.

Durante a votação, professores que acompanhavam a sessão ordinária vaiaram a decisão dos vereadores que apoiaram o projeto, sendo três deles representantes da classe, como o professor Gilson Galdino (Rede).

Entre os seis vereadores que foram contra a proposição, apenas Cledinaldo Cotocio (Podemos) manifestou-se sobre o Projeto de Lei colocado em pauta e reforçou "agora é a hora dos professores mostrarem sua força", pontuou.

Após aprovação em plenário, a proposta será encaminhada ao Poder Executivo, se aprovada em análise, sancionada pela prefeita Vanda Camilo (PP). Procurada pela reportagem, a chefe do executivo disse que PL trata de aumento salarial e não redução, já que na gestão anterior o salário era de R$ 1.700 e com a aprovação chegará ao valor de R$ 2.300,00.

Questionada sobre a proposição não constar na transparência da Câmara, Vanda se absteve de comentários e afirmou que a resolução do projeto sairá no Diário Oficial do município de amanhã (15), sancionada.

"Tudo se trata de política, houve um aumento salarial para classe dos comissionados e não redução", disse Vanda.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), disse não saber da votação que reduziu o piso salarial dos professores.

Alguns professores que estavam assistindo a transmissão da votação se manifestaram em comentários na live, "palhaçada, que pouca vergonha vereadores". Outro comentário dizia, "professor também vota, se lembre quando for pedir voto".

print professores - Professores repudiam aprovação de PL que reduz piso salarial dos comissionados de Sidrolândia

Veja também

Últimas notícias