Assembleia se antecipa a projeto da reforma e estuda previdência de MS

Presidente da Casa diz que tema será polêmico
| 28/04/2017
- 17:59
Assembleia se antecipa a projeto da reforma e estuda previdência de MS

Presidente da Casa diz que tema será polêmico

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), disse que a Casa já está fazendo um levantamento sobre a do Estado. Segundo ele, o intuito é já estar preparado para debater o tema, quando chegar para os parlamentares analisarem.

O parlamentar ressaltou que como a proposta deve ser votada em breve em Brasília, a Casa já espera que a proposta seja enviada para a Casa o quanto antes.

“Já designamos que seja feito todo um levantamento da previdência sul-mato-grossense, começando claro pela  (Agência de Previdência do Mato Grosso do Sul). Sabemos que o tema será muito discutido e polêmico e dessa forma temos que estar preparados para o debate, com muitas informações para analisar”.

Ainda de acordo com o presidente, o objetivo do estudo é de fato saber a real situação da previdência no Estado, para assim todos deputados estarem informados e preparados para discutir o assunto de grande relevância e polêmico.

Quem está responsável por este estudo, segundo Mochi, é o ex-prefeito de Corumbá Paulo Duarte (PDT), que foi nomeado pela Assembleia no mês de março para assumir um cargo de assessor técnico especialista junto à Presidência da Casa.

O projeto da reforma da previdência está em discussão na Câmara Federal e a previsão é que seja votada pelos deputados federias neste mês de maio e no Senado em junho. Em entrevista recente, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que irá esperar a definição do tema em Brasília para então definir como vai proceder no Estado.

Vale ressaltar que o presidente Michel Temer (PMDB) determinou que os servidores estaduais fiquem a cargo de seus Estados, assim como os municipais de seus municípios. Após a promulgação da proposta em Brasília, os Estados e Municípios terão seis meses para definir as suas, caso contrários, estarão automaticamente inseridas nas decisões nacionais.

Foto: Mariana Anjos / Midiamax

Veja também

O deputado estadual e pré-candidato ao Governo do Estado, Capitão Contar anunciou nas redes sociais...

Últimas notícias