Agentes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) prenderam mais dois envolvidos na execução de Anderson Barbosa Martins, conhecido como ‘Tanajura’, nesta quarta-feira (2) em Dourados. Eles foram interceptados na BR-163 e tentavam fugir para Campo Grande.

Os dois criminosos, um de 19 e outro de 27 anos, são apontados como autores do assassinato de ‘Tanajura’ e foram localizados dentro de um carro de aplicativo na BR-163, nas proximidades da PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Na última terça-feira (1º) os agentes do SIG de Dourados já tinham feito a prisão de três pessoas suspeitas no Bairro Estrela Porã. Com base em depoimentos dos detidos, a polícia conseguiu chegar até a dupla. Eles estão em uma das celas da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados.

Assassinado com 7 tiros

esposa de Anderson Barbosa Martins, conhecido como ‘Tanajura’, estava na quitinete no momento do crime. Ela contou aos policiais que estava morando com Anderson há pelo menos cinco meses e com eles estava o filho dela de 8 anos. 

No momento do assassinato, ela estava dentro da quitinete com a criança e ‘Tanajura’ estava do lado de fora fazendo bifes na chapa.

Quando ela ouviu alguns disparos, se escondeu com o filho dentro do banheiro. Ao sair já viu ‘Tanajura’ morto em frente a porta da quitinete. Moradores da região falaram que ouviram vários disparos, mas quando saíram para ver o que havia ocorrido o autor ou autores tinham fugido.

Segundo testemunhas, os autores estavam em um carro escuro. A esposa de ‘Tanajura’ disse que não sabia se o companheiro estava recebendo ameaças. Câmera de um mercado próximo pode ajudar a polícia na investigação do crime. Anderson foi assassinado com cerca de sete tiros, no abdômen, cabeça e braços.