A cantora norte-americana Taylor Swift anunciou no fim da tarde deste sábado (18), o cancelamento do 2º show da The Eras Tour, que aconteceria logo mais, no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

“Estou escrevendo isso do meu camarim no estádio. Foi tomada a decisão de adiar o show desta noite devido às temperaturas extremas no Rio. A segurança e o bem-estar dos meus fãs, colegas, artistas e equipe devem e sempre virão em primeiro lugar”, disse.

A decisão vem após dia turbulento pela morte da sul-mato-grossense Ana Clara Benevides, de 23 anos, que passou mal devido ao calor extremo e falta de água durante o evento na noite desta sexta-feira (17).

Segundo a T4F (Time For Fun), todos os ingressos permanecem válidos para o dia 20 de novembro. Mais cedo, a artista havia se manifestado dizendo estar tomada pela tristeza diante do acontecido. Em carta aos fãs, ela se solidarizou com a família de Ana e disse ainda não acreditar no ocorrido.

“Não acredito que estou escrevendo essas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos um fã hoje à noite, antes do meu show. Não consigo nem dizer o quanto estou arrasada com isso. Tenho poucas informações além do fato de que ela era incrivelmente linda e muito jovem”.

A artista disse que não conseguiria falar sobre a situação no palco, durante o segundo show da , que aconteceria neste sábado. “Me sinto dominada pela tristeza quando tento falar sobre. Quero dizer agora que sinto profundamente esta perda e que o meu coração partido está com a sua família e amigos. Essa foi a última coisa que pensei que aconteceria quando decidimos trazer essa turnê para o Brasil”.

Mais de mil pessoas passaram mal

Com um público de cerca de 60 mil pessoas, o primeiro show da turnê “The Eras Tour” da cantora Taylor Swift no Brasil ficou marcado por uma tragédia na noite desta sexta-feira. Ana Clara Benevides, de 23 anos, era fã da artista e morreu antes do início do show que ocorreu no Estádio Nilton Santos no Rio.

Ana foi socorrida antes do início do show ao desmaiar na grade em frente ao palco, dentro do Engenhão. Chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu a uma parada cardiorrespiratória.

Prefeito anuncia novas regras para shows

Após o ocorrido, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou novas regras que deverão ser seguidas pela produtora responsável pela organização dos shows de Taylor Swift.

Ao lamentar a morte da jovem Ana Benevides, de 23 anos, o prefeito considerou inaceitável a perda da jovem e exigiu providências na manhã deste sábado (18).

“Obviamente, ainda estamos apurando mais detalhes das circunstâncias do ocorrido. De qualquer forma, já determinei ao Chefe Executivo de Operações do município que exija providências junto a produção do show”, escreveu em sua conta do Twitter.

“Já posso adiantar as seguintes medidas que eles devem anunciar ainda na manhã de hoje: antecipação da entrada em 1h e ocupar o anel de circulação para tirar o público do sol; novos pontos de distribuição de água; aumento de número de brigadistas e ambulâncias”, ordenou. 

Taylor lamentou a morte da fã

A cantora norte-americana Taylor Swift usou as redes sociais para lamentar a morte de Ana Benevides, em seu primeiro show na The Eras Tour no Brasil.

Em carta aberta aos fãs, ela se solidarizou com a família de Ana e disse ainda não acreditar no ocorrido. “Não acredito que estou escrevendo essas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos um fã hoje à noite, antes do meu show. Não consigo nem dizer o quanto estou arrasada com isso. Tenho poucas informações além do fato de que ela era incrivelmente linda e muito jovem”.

A artista disse que não conseguirá falar sobre a situação no palco, durante o segundo show da turnê, que acontece neste sábado. “Me sinto dominada pela tristeza quando tento falar sobre. Quero dizer agora que sinto profundamente esta perda e que o meu coração partido está com a sua família e amigos. Essa foi a última coisa que pensei que aconteceria quando decidimos trazer essa turnê para o Brasil”.

Família enfrenta burocracia para fazer translado

A família de Ana Clara Benevides, de 23 anos, enfrenta dificuldades para trazer o corpo da menina para Mato Grosso do Sul.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, a prima de Ana Clara, servidora pública Jaine Benevides, de 30 anos, conta que o corpo já passou pelo IML (Instituto Médico Legal) do Rio de Janeiro e o laudo foi encaminhado para a pax.

“O pai dela e minha irmã estão lá no Rio mexendo com os trâmites. Agora, vamos ter que encaminhar um documento dela autenticado em cartório para a liberação do corpo para o translado”, relata.

Segundo Jaine, o documento pode chegar na segunda-feira no Rio de Janeiro. O velório da jovem será na Municipal de Sonora e o enterro no de Pedro Gomes. Devido aos procedimentos legais em curso, os dias ainda não foram definidos.

Ao falar da prima, Jaine lembra como Ana Clara era alegre e contagiante. “Ela era uma pessoa que amava a vida. Amava viver. Ela realizou um sonho de vida. Estamos desolados, a nossa família já era pequena e agora perdemos ela”, lamenta.

Ao lado da tia, Jaine tenta ser forte e amenizar a dor de quem sempre foi escudo para os familiares. “Estou ficando com o celular da minha tia e ajudando a resolver as coisas por aqui. Ela sempre foi o pilar da família e agora está desmoronada. Precisamos ser fortes para dar força para ela”, desabafou.

Saiba Mais