Mato Grosso do Sul predominou o ranking nacional de cidades mais quentes, no último sábado (11). De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), sete das dez maiores temperaturas foram registradas no Estado. 

, município distante a 438 km de Campo Grande, divide o primeiro lugar com Aragarças (GO), com máxima de 42.3ºC registrado no sábado (11). 

fica em segundo lugar, com 41.9ºC, e Três Lagoas na terceira posição com 41.6ºC. Confira as demais cidades de MS no top 10:

  • 5º Lugar – : 41.1ºC;
  • 6º Lugar – Corumbá – 41.1ºC
  • 7º Lugar  – Miranda – 41.0ºC;
  • 9º Lugar – – 40.8ºC. 

MS tem alertas para onda de calor e baixa umidade

Campo Grande está “na mira” do calor neste domingo (12). (Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)

Todas as cidades de Mato Grosso do Sul estão sob alerta do para onda de calor e baixa umidade do ar. O Estado está sob quatro avisos meteorológicos. 

O aviso mais grave é o que indica “grande perigo”, na cor vermelha, para uma onda de calor que deve predominar em 68 municípios, incluindo Campo Grande, até o fim de quarta-feira (15). O alerta aponta risco à saúde e temperatura 5ºC acima da média por período maior do que cinco dias.

Em algumas cidades, a umidade do ar pode variar entre 20% a 12%, enquanto o recomendável pela OMS (Organização Mundial de Saúde), é um índice entre 60% a 50%.

A orientação é que as pessoas bebam água e evitem atividades físicas e exposição ao sol em horários mais quentes.

MS está sob quatro avisos meteorológicos para onda de calor e baixa umidade do ar. (Inmet)

Defesa Civil alerta para não deixar pets dentro de carros

A Defesa Civil alerta para cuidados com um hábito comum: deixar crianças, idosos ou pets dentro de carros estacionados. “Às vezes, a pessoa fala, é rapidinho. Mas dez minutos dentro de um carro parado no sol pode ser suficiente para causar desidratação, principalmente em crianças e idosos que são grupos de risco”, afirma o Coronel BM Barros, coordenador-adjunto da Estadual.

O calor excessivo também faz com que a gente tenha que redobrar os cuidados com a saúde, isso inclui evitar exposição ao sol direto, não fazer exercícios físicos em horários de pico de calor, beber muita água, usar roupas leves e se alimentar de maneira mais leve.

Também é necessário tomar cuidado com os animais de estimação. O coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual dá algumas dicas, como deixar sempre água à disposição dos animais, evitar exposição deles ao sol, disponibilizar ambientes ventilados e se possível tosar os animais com mais pelos.

Saiba Mais