A prefeitura de tapou, nesta quinta-feira (13), o buraco na Avenida Gunter Hans, que causou a queda do Ryan Oliveira Souza, de 17 anos, no começo da noite de quarta-feira (12).

Ele perdeu o controle ao cair no buraco e ser atropelado por uma carreta que transitava na via, em Campo Grande. O acidente aconteceu no sentido bairro/Centro, na altura de obra parada do corredor de ônibus.

Trabalhadores do serviço de tapa-buraco da prefeitura estiveram no local e ‘recapearam' onde tinha buraco. Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, o motociclista teria perdido o controle da e colidido na mureta da obra do corredor de ônibus.

Testemunha chegou a reclamar da obra para a reportagem. “Ele foi desviar dessa obra que nunca acaba aqui no meio da avenida. Além dos buracos horríveis na via”, disse. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima morreu na hora.

buraco
Buraco tapado na Gunter Hans (Foto: Kísie Ainoã/Jornal Midiamax)

Tapa-buraco

Nesta semana, a Prefeitura de Campo Grande intensificou as ações de manutenção e zeladoria da (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), com a trégua das chuvas recorrentes. Cronograma é que pelo menos 30 bairros receberiam a intervenção de tapa-buraco nos últimos dias.

De acordo com a Sisep, os trabalhos de tapa-buracos vão se intensificar com a incorporação de mais efetivo juntos às equipes de manutenção de vias pavimentadas nas sete regiões da cidade. Com isso, a capacidade de atender ao serviço dobra.

Obra parada

Com obras paralisadas desde o início de 2022, a revitalização da Avenida Gunter Hans enfrenta obstáculos contratuais em razão da disparada de preços dos produtos utilizados.

A expectativa era de que o serviço voltasse a ser feito em março do ano passado, o que não aconteceu. As obras de revitalização e implantação de terminais de pré-embarque na Avenida Gunter Hans em Campo Grande começaram em março de 2021.

A Sisep informou, em setembro de 2022, que obra seria retomada em março de 2023, porém, até então, os serviços ainda estão parados.