Campo Grande planeja ter duas novas escolas católicas para início em 2023; veja locais

Insatisfeitos com ensino oferecido aos filhos, pais procuraram a igreja e agora ajudam a formular novas escolas
| 08/03/2022
- 14:29
Possível sede de escola católica no ano de 2023
Possível sede de escola católica no ano de 2023, em Campo Grande - Redes Sociais/Reprodução

Campo Grande deve ter, ainda no início do próximo ano, oferta de ensino em duas escolas católicas. Insatisfeitos com a educação e a não discussão sobre valores morais com os filhos, um grupo, formado por dezenas de pais, faz reuniões com frequência e discute sobre a sede, estruturação e a grade curricular a ser ofertada nestes locais. 

[Colocar ALT]
Foto: Henrique Arakaki, Midiamax

O Jornal Midiamax buscou detalhes das escolas e conversou com o padre Emilson José Bento, chanceler da Cúria Metropolitana da capital sul-mato-grossense.

“Esta foi uma iniciativa dos pais, que teve início há cerca de 2 anos. E agora, nos próximos dias 12 e 13 de março, teremos palestrantes renomados, da educação católica, vindo aqui para discutir a pedagogia e também nos ajudar nesta reflexão”, disse. 

Segundo o chanceler, o evento vai ocorrer no Clube Estoril e as discussões sobre as escolas ocorrem com frequência entre o grupo e representantes da igreja católica.

“Tudo isso começou em consequência da insatisfação com a educação oferecida aos filhos atualmente. Estes pais querem que valores cristãos sejam assumidos por eles e colocam isso como fundamental para a formação de adultos maduros, virtuosos e honestos”, comentou Bento. 

[Colocar ALT]
Foto: Redes Sociais/Reprodução

Com a divulgação da Campanha da Fraternidade 2022, o tema Educação voltou à tona após 24 anos e o arcebispo Lara Barbosa ressaltou que “só o diálogo forma cidadãos honestos”.

Ele também avaliou que este ano é de “muito trabalho” e a campanha, inclusive, reforça esses valores para a formação de cristãos e cidadãos honestos.

Sobre o endereço das escolas, até o momento, o que se sabe é que elas devem ser sediadas na e também na Vila Planalto. A primeira pode ser na Comunidade Boa Nova. Já a segunda em paróquia localizada na avenida Tamandaré. 

“Além das disciplinas curriculares, nós pensamos na formação integral, na formação para a vida moral, com virtudes, em que temas como a alma e as vontades para o destino final, que é a vida afetiva, serão discutidas. Temos como base cerca de 30 escolas já existentes no país, sendo 21 delas em Petrópolis, no Rio de Janeiro. É um trabalho em perfeita sintonia, com qualidade e valores”, argumentou Dom Dimas.

Veja também

Por conta do trabalho e isolamento, família recebeu ‘pedacinho’ da horta em casa

Últimas notícias