Apresentador do The Voice Kids já o tinha defendido

No Twitter, o apresentador Tiago Leifert se manifestou sobre a prisão do ex-BBB Laércio nesta segunda-feira (16): “Soube que prenderam um ex-bbb. O trabalho é da polícia e MP, não de justiceiros de rede social. Não é no twitter que se melhora a sociedade”.

Em janeiro, enquanto o reality show da TV Globo estava no ar, Tiago se posicionou em relação a acusações que surgiram contra o competidor, inclusive proferidas pela polêmica participante Ana Paula Renault. “A vocês chamando o cidadão de ‘pedófilo’, esse é um crime terrível (e acusar alguém em rede social sem prova alguma também é! Ops!”. Nesta segunda-feira, muitos internautas indagaram o apresentador sobre sua opinião à época.

Tiago se prolongou em seu perfil ao comentar a prisão de Laércio: “Criminosos na cadeia, inocentes fora dela. Quando se tem provas, excelente! Quando não se tem nenhuma, não se pode agir. Aqui você pode cobrar, gritar, mas não pode se tornar um guerrilheiro de rede social e correr o risco de ser injusto. Eu prefiro que sejam injustos comigo do que eu cometer uma injustiça com alguém. É assim que eu penso. Se for culpado, que apodreça em cana. Se não for, não quero ser eu o apedrejador. Não tenho como julgar no twitter, né? Então é essa a mensagem que gostaria de colocar aqui hoje: balancear a sede de justiça com o perigo de ser injusto. E vamos cobrar e prestar atenção, mas é importante deixar a Justiça na mão de quem foi treinado para aplicá-la”.