Incra abre três comissões para investigar irregularidades em contratos com produtores de MS

Documentos são assinados pelo superintendente Humberto César Mota Maciel
| 18/05/2022
- 07:37
Incra abre três comissões para investigar irregularidades em contratos com produtores de MS
Unidade do Incra em MS

A Superintendência Regional do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em instaurou três comissões para investigar irregularidades em contratos. As medidas constam em portarias assinada pelo superintendente Humberto César Mota Maciel, e divulgadas no desta quarta-feira (18).

Uma das comissões foi montada em razão de irregularidades constatadas na execução de uma chamada pública para contratação de serviços de assistência técnica e extensão rural, acordo firmado entre o Incra e a Federação de Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul. A suspeita é de que houve prejuízo aos cofres públicos.

Outra comissão apura dano ao erário causado pelo convênio do Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal), celebrado entre a Superintendência Regional e a Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Taquara, no município de Rio Brilhante.

A terceira comissão também investigará irregularidades em outro convênio firmado com a mesma associação de Rio Brilhante. Para os três casos foram designados servidores que serão responsáveis pelos procedimentos. Eles têm 120 dias para concluir as investigações, a contar da terça-feira (17).

Veja também

A Câmara Municipal de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, foi ao TJMS (Tribunal...

Últimas notícias