Os deputados devem votar, na manhã desta terça-feira (3), durante a sessão ordinária da de Mato Grosso do Sul, proposta que aprova as contas do Governo do Estado referentes a 2021. Além desse, outros seis projetos estão na pauta da Ordem do Dia.

Balanço de contas do Governo

Previsto para ser votado em discussão única, o Projeto de Decreto Legislativo 23/2023, da Mesa Diretora, aprova o Balanço Geral do Governo Estadual relativo ao exercício financeiro de 2021, sob responsabilidade do então governador Reinaldo Azambuja. O Balanço Geral do Estado é a prestação de contas das ações governamentais desenvolvidas a cada exercício financeiro pelos diversos órgãos e entidades da Administração Pública.

Taxa de serviço

Os parlamentares também devem votar a redação do Projeto de Lei 155/2023, de autoria do deputado Junior Mochi (MDB). A proposta trata sobre a cobrança da taxa de serviço no âmbito de Mato Grosso do Sul. De acordo com a proposição, os estabelecimentos comerciais do tipo restaurante, lanchonete, casa noturna, bares, hotéis e congêneres ficam obrigados a informar aos consumidores o percentual cobrado a título de taxa de serviço.

ITCD

Em segunda discussão, está previsto o Projeto de Lei 165/2023, do deputado Antonio Vaz (Republicanos). A proposta altera dispositivo da Lei 1.810/1997, que dispõe sobre os tributos de competência do Estado. A alteração trata sobre o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD).

Divisão judiciária

Ainda em segunda discussão, deve ser votado o  Projeto de Lei 225/2023, de autoria do Tribunal de Justiça. A proposição modifica a Lei 1.511/1994, que trata sobre o Código de Organização e Divisão Judiciárias do Estado de MS. A mudança na lei visa instituir gratificação para magistrado titular e residente em comarca de difícil provimento.

Comenda de mérito

Também estão pautados para discussão única os Projetos de Resolução 33/2023, 34/2023 e 35/2023. Os dois primeiros são de autoria do deputado (União) e diz respeito à concessão de Comenda do Mérito Legislativo.

Título de cidadão-sul-mato-grossense

Já a terceira proposta, do deputado Marcio Fernandes (MDB), concede Título de Cidadão Sul-Mato-Grossense.

Saiba Mais