De Mato Grosso do Sul até Brasília, o Poder Legislativo ‘começa’ o ano na quarta-feira (1º). Neste dia, a movimentação será no Congresso, na Alems (Assembleia Legislativa de MS) e Câmara Municipal de Campo Grande.

Os deputados estaduais eleitos em 2022 vão tomar posse de seus mandatos em sessão na sede do Legislativo estadual, no Parque dos Poderes, a partir das 9h. Em seguida, os parlamentares vão eleger a nova composição da Mesa Diretora.

As movimentações apontam para consenso de Gerson Claro (PP) como presidente da Alems e como primeiro-secretário o deputado Paulo Corrêa (PSDB). Na quarta-feira, os suplentes dos vereadores João César Mattogrosso (PSDB) e Camila Jara (PT) vão tomar posse, em encontro marcado para as 8h30.

De volta à Assembleia, na quinta-feira (2), haverá a sessão solene com presença do governador do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), que fará discursos oficiais, na Assembleia, a partir das 9h.

No mesmo dia, os vereadores da Capital vão retomar os mandatos em cerimônia oficial. Na ocasião, a prefeita Adriane Lopes (Patriota) explicará a situação do município – discurso de praxe na sessão inaugural.

Em Brasília, os deputados federais vão tomar posse de seus mandatos no mesmo dia, às 10h (horário da capital federal). São 513 deputados no Brasil, dos quais 8 são de Mato Grosso do Sul. A metade foi reeleita, enquanto os outros são novatos.

Da mesma forma, os parlamentares vão eleger a Mesa Diretora. Ainda em 1º de fevereiro, os senadores eleitos em 2022 têm sessão solene para tomarem posse de seus cargos, às 15h.

São 81 representantes brasileiros e 3 são de MS: Soraya Thronicke (União), Nelsinho Trad (PSD) e Tereza Cristina (PP), que estreia no Senado – somente ela, com os demais eleitos no ano passado, vão ao evento.