Soraya diz que convenções vão decidir pré-candidato ao Senado, mas cogita lançar 2 nomes

Sérgio Harfouche e Luiz Henrique Mandetta são cotados como pré-candidatos ao Senado
| 11/06/2022
- 17:17
Senado
Presidente do União Brasil, senadora Soraya Thronicke. - (Foto: Renan Nucci, Jornal Midiamax).

A senadora Soraya Thronicke, que preside o União Brasil em Mato Grosso do Sul, afirmou, neste sábado (11), que cotados até então como pré-candidatos ao 'são bons'. De duas, uma, segundo a parlamentar: as convenções decidirão pelo favorito ou a legenda lança dois nomes.

Do partido, Luiz Henrique Mandetta é um dos que se colocou como pretenso postulante, enquanto o procurador de Justiça Sérgio Harfouche também pode concorrer a convite da sigla recém criada.

No caso dele, a candidatura seria vinculada à chapa da pré-candidata ao Governo do Estado, Rose Modesto (União Brasil), mas pelo seu partido, o Avante.

"Tudo passa pelas convenções, inegavelmente. Falando pragmaticamente, cada um polariza de um lado. Nós estamos divididos e a convenção vai decidir, se tivermos que ter dois candidatos, teremos".

Vaga no Senado

Em 2022, o eleitor escolherá um nome para o Congresso Federal já que, das três vagas que o Estado tem, apenas uma, de Simone Tebet, pré-candidata a presidência da República, fica aberta para preencher com um novo quadro.

Os senadores (PSD) e Soraya Thronicke (União Brasil) foram eleitos em 2018, portanto, ambos têm mais quatro anos de mandato.

Candidata a vice?

Cotada como pré-candidata a vice-presidente da República em chapa pura com Luciano Bivar, que preside o União Brasil nacional, Soraya Thronicke afirma que há convite.

"Não deve haver, como não há da minha parte, questão de ego. Portanto, eu mesma estou aguardando, se a gente conseguir trazer outros partidos e precisar dessa composição [de que outras siglas indiquem o vice], eu abro mão".

Veja também

Partido ainda não conseguiu nomes para concorrer a deputado federal

Últimas notícias