A Deputada Federal e pré-candidata ao Governo de Mato Grosso do Sul, (União Brasil), procurou a Polícia Federal para fazer uma representação contra as de que ela teria desistido de disputar as eleições de 2022.

Na noite desta quinta-feira (9), Rose diz que procurou a Polícia Federal devido ao aumento de falsas nos últimos meses. A pré-candidata usou as redes sociais para fazer o desabafo.

“Estou aqui na Polícia Federal e vou fazer uma representação contra fake news em relação ao meu nome e a minha pré-campanha. É todo dia, infelizmente. Nesses últimos meses tem sido terrível. São mentiras, fake News e eu não vou aceitar, pois é uma covardia, uma maldade. Não podemos fazer política assim, mentindo, perseguindo, ameaçando e pressionando. Não vou me calar, não vou me intimidar. Existe Lei de combate a fake News, para quem cria e quem espalha”.

Rose Modesto alvo de fake news

No começo de maio deste ano, Rose já havia desmentido boatos sobre a desistência de sua pré-campanha. O Midiamax chegou a fazer uma reportagem sobre o assunto. Na época, a pré-candidata desmentiu a possibilidade de ser vice ao Governo do Estado.

“Não serei vice de ninguém, nem de um candidato ou de outro. Sou pré-candidata e sigo com meu projeto político”, disse Rose.

Veja o vídeo: