O 10.693/22 foi protocolado na Câmara Municipal e quer obrigar estabelecimentos a inserirem o símbolo mundial do autismo em placas de estabelecimentos que possuem estacionamento destinados a pessoas com deficiência.

A proposta é de autoria do vereador (SD) pede pela inserção do símbolo com intuito de ajudar pais ou responsáveis a encontrarem estabelecimentos que tenham vagas destinadas a pessoas com deficiência e que possuem TEA (Transtorno do Espectro Autista).

O símbolo deverá estar descrito na fita quebra-cabeça e será destinado a maioria dos estabelecimentos comerciais de Campo Grande. As despesas ficarão a cargo das empresa e poderá ser regulamentada pelo para a fiel execução.

Inserção do símbolo

A inserção do símbolo auxilia pais ou responsáveis a encontrarem estabelecimentos que tenham vagas destinadas a pessoas com deficiência e que possuem TEA (Transtorno do Espectro Autista), evitando possíveis transtorno na locomoção dos mesmos.