Por WhatsApp, Justiça Eleitoral inicia convocação de 27 mil mesários em MS

Convocados podem ter até dois dias de folga no trabalho
| 07/07/2022
- 09:48
Agência Brasil
Agência Brasil - TSE - Tribunal Superior Eleitoral Urna eletrônica

A Eleitoral de Mato Grosso do Sul deu início à convocação de 27 mil mesários que vão atuar nas Eleições 2022, em mais de 6.800 seções por todo o estado. O chamado está sendo feito, preferencialmente, pelo WhatsApp, e deve seguir até o dia 3 de agosto.

O eleitor acionado tem cinco dia para aceitar ou contestar a convocação, que deverá ser apresentada por escrito, por meio de requerimento ao juízo eleitoral. Este, por sua vez, irá avaliar as justificativas e deliberar sobre as medidas ou sanções a serem aplicadas.

Qualquer eleitor que tenha mais de 18 anos e que esteja com a situação regular na Justiça Eleitoral pode ser chamado para trabalhar. Aquele que for convocado, se universitário, poderá obter horas que valem como atividade extracurricular nas instituições parceiras do (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

Benefícios de ser mesário

Entre os benefícios, há também garantia de isenção do pagamento de taxas de inscrições dos concursos públicos realizados no Estado e, se previsto em edital, a participação também vale como desempate.  Outro benefício são os dois dias de folga no trabalho por turno da eleição e também dois dias de folga por dia de treinamento.

O eleitor pode se voluntariar para exercer essa função fundamental para a democracia. Nas eleições municipais de 2020, dos mais de 23 mil mesários do estado, cerca de 15 mil foram voluntários, representando uma média de 65%. O programa Mesário Voluntário da Justiça Eleitoral é focado na ampliação do número de colaboradores a atuarem de forma consciente e espontânea.

Veja também

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL0, chegou em Campo...

Últimas notícias