'Nada definido': Eduardo Riedel diz que momento é de analisar cenário nacional

União Brasil cogita federação com PSDB, o que impacta nas decisões dos partidos em Mato Grosso do Sul
| 09/02/2022
- 13:44
Eduardo Riedel
Eduardo Riedel, secretário de Infraestrutura, durante agenda nesta quarta-feira (9) - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)

Agora, momento é de analisar o cenário nacional, afirmou, nesta quarta-feira (9), o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, , pré-candidato ao Governo do Estado. Criado oficialmente na terça-feira (8), o União Brasil pode fechar federação com o MDB, segundo anunciou o presidente do novo partido, Luciano Bivar.

A indagação ao secretário foi a respeito de eventuais parcerias em MS, com a possibilidade de coligação nacional. Se a nova legenda oficializa com os tucanos, a aliança uniria Rose Modesto, que acabou de anunciar saída do PSDB para disputar pela sigla recém-criada, e Eduardo Riedel.

“Este é um processo [conversas nacionais sobre federação] que estou acompanhando para depois ter uma discussão e avaliar também o cenário de Mato Grosso do Sul”, afirma Riedel. Ele conclui dizendo que o período atual é de ‘muitas discussões’, ainda sem definições certeiras.

O União Brasil é fruto da fusão entre PSL e DEM e foi criado no fim de 2021, mas precisava da homologação do TSE (Tribuna Superior Eleitoral), que aconteceu ontem. A nova sigla agora é a maior do Congresso Nacional, com 81 deputados e sete senadores.  

Já a federação é união de dois ou mais partidos com estatuto e programa comuns registrados na Justiça Eleitoral, condição que deve durar, no mínimo, quatro anos. Portanto, em caso de oficialização de federação, um dos pré-candidatos ao governo estadual, por exemplo, abre mão da candidatura. 

Veja também

Lavando roupa suja Encontro de sigla rendeu muita lavação de roupa suja. Isso porque liderança...

Últimas notícias