Mais da 40% dos candidatos a cargos nas eleições 2022 em Mato Grosso do Sul se autodeclararam pardos ou pretos, conforme dados estatísticos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O Dia da Consciência Negra é comemorado no dia 20 de novembro, como forma de ressaltar a importância de valorizar a ancestralidade dos povos africanos no Brasil.

A importância da data reflete nas estatísticas dos candidatos. Assim, dos 594 candidatos que concorreram a cargos eletivos no Estado, 238 se autodeclararam pardos ou pretos, o que representa 40,06% das candidaturas.

Outros 325 afirmam ser brancos (54,71%). Já 11 se declararam indígenas (1,85%). Ainda, foram 7 que preencheram ser amarelos. Por fim, 13 não informaram cor/raça.

Participação de candidatos negros aumenta

Os número mostram que aumentou a participação de candidatos que se autodeclararam pardos ou pretos em relação às eleições gerais de 2018.

Conforme as estatísticas do TSE, há 4 anos, foram 34,01% dos candidatos que se autodeclararam negros. Dessa forma, o total de brancos representava 64,33% dos concorrentes.

Em 2020, o TSE aprovou que a distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) e do tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão deve ser proporcional ao total de candidatos negros que o partido apresentar para a disputa eleitoral. A partir disso, foram inseridos nas Resoluções TSE nº 23.605/2019 e nº 23.610/2019 artigos que tratam das candidaturas negras.

Em março de 2022, o TSE instituiu, por meio da Portaria nº 230/2022, a Comissão de Promoção de Igualdade Racial. O grupo é responsável por elaborar estudos e projetos para ampliar a participação da população negra nas eleições.