Nesta quarta (9) e quinta-feira (10), o juiz de Mato Grosso do Sul, Albino Coimbra Neto, participa de correição extraordinária na 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. É nesta vara que tramitam os processos da Operação Lava Jato no RJ, titularizada pelo juiz Marcelo Bretas.

Albino atua na 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande e foi convocado pela Corregedoria Nacional de Justiça para auxiliar na correição. Assim, o foro que começou nesta quarta-feira (9), vai até à quinta-feira (10).

O corregedor nacional de Justiça, ministro Luís Felipe Salomão, determinou que o expediente tramite em segredo de Justiça. Os trabalhos são coordenados pelo desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Carlos Von Adamek.

Além disso, é auxiliado pela desembargadora Daniele Maranhão Costa, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região e pelo juiz Cristiano de Castro Jarreta Coelho.