Os 200 padrões de energia recolhidos pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da foram lacrados e encaminhados para a Politécnica da USP ( de ), nesta segunda-feira (23). O caminhão foi fechado e está sendo acompanhado pelo relator da comissão, o deputado estadual Capitão Contar (PRTB).

De acordo com o presidente da CPI, o deputado Felipe Orro (PSD) ressaltou que a comissão aguarda pelo resultado da perícia técnica no prazo de 20 a 30 dias, porém seguem com as sessão deliberativas para investigar a suposta alteração nos padrões de energia.

“Acredito que dentro de 20 ou 30 dias teremos o resultado dessa perícia. Assim como o Capitão Contar, eu também estarei em São Paulo acompanhando a entrega dos padrões”, pontuou.

Já Contar segue em comboio para que não haja nenhuma alteração no percursos e aguarda um análise precisa dos relógios. “O nosso objetivo é trazer respostas para os populares que pediram por uma análise em sua unidade consumidora. Eu espero que após toda a perícia feita pela USP é saber se o padrão estava ou não medindo corretamente o uso de energia”, finalizou o deputado.

Perícia das unidades medidoras

Segundo o documento assinado pela empresa de energia, acompanharão o procedimento um técnico da empresa e uma mesa móvel para fazer a aferição juntamente com os profissionais da Politécnica. “Não vemos problemas por parte da CPI da participação da Energisa na aferição dos relógios no laboratório da POLI”, afirmou Orro.