Confira como votaram os deputados federais de MS na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023

Três deputados votaram a favor e dois foram contrário ao texto
| 12/07/2022
- 17:10
Confira como votaram os deputados federais de MS na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023
Foto: Agência Câmara

Deputados federais do Mato Grosso do Sul votaram o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023, na sessão da Federal desta terça-feira (12). Dos oito, três foram favoráveis à pauta, dois contrários e dois ausentes.

Tereza Cristina (PP), Luiz Ovando (PP) e Loester Trutis (PL) foram favoráveis à LDO. Já Dagoberto Nogueira (PDT) foi contrário ao texto e votou à favor dos destaques, Vander Loubet (PT) seguiu o posicionamento da bancada do partido e decidiu pelo não.

O deputado (PSDB) não manifestou o voto durante a sessão e a deputada Rose Modesto (UB) não estava presente no momento da votação.

O Projeto de Lei foi aprovado por 324 votos a favor contra 110 na Câmara, sendo 46 votos favoráveis contra 23 no Senado.

LDO 2023

O Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 votou os principais pontos do Orçamento Geral da União para o ano que vem. Um deles foi o salário mínimo de R$ 1.294, que teve um aumento de R$ 82 ou de 6,7%.

Ainda segundo o projeto, o País terá um déficit de quase R$ 66 bilhões e um teto de gastos de R$ 1,79 trilhão, um aumento de R$ 108 bilhões em relação a este ano, além de um limite de R$ 17,3 bilhões para pagamentos fora da chamada regra de ouro.

Veja também

Ato de campanha foi feito ao lado de Tereza Cristina em Campo Grande durante a madrugada

Últimas notícias