Informação não é oficial

O prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, estaria de saída de malas prontas para deixar o Partido dos Trabalhadores. Ele já estaria sendo abordado por outras siglas. Desde o ano passado a relação do corumbaense não é das melhores com a cúpula.

Tanto que o plano de viabilizar tentativa de reeleição este ano o fez desistir de continuar na presidência regional do PT, passando o bastão para o ex-deputado federal Antônio Carlos Biffi.

O chefe do Executivo foi um dos coordenadores da campanha do senador Delcídio do Amaral (PT) para o governo do Estado em 2014. A repercussão negativa dos últimos acontecimentos com o parlamentar não teria afetado Duarte, porém, diante da imagem desgastada da sigla e com plano de reeleição ele teria optado por se desfiliar, ainda sem destino confirmado.

PTB, PSDB e PDT seriam as legendas que mais querem o petista. Vale lembrar que a data limite para a mudança de partido acaba no próximo dia 15. Duarte não atendeu as ligações até a publicação desta matéria

Desfiliações – Nas últimas semanas uma enxurradas de migrações ocorrem em Mato Grosso do Sul. Ontem o PSDB recebeu os novos filiados: deputados estaduais Maurício Picarelli e Maraca Caseiro, além dos vereadores Magali Picarelli, José Chadid e Flávio César. Há alguns meses os parlamentares Elizeu Dionízio e Beto Pereira também se juntaram ao ninho tucano. Na próxima segunda-feira Márcio Fernandes passa do PTdoB para PMDB.