Angela Maria dos Santos Vieira, de 27 anos, que morreu em acidente na noite do domingo de Dia das Mães (14) era namorada do motorista do carro que provocou o acidente. A jovem deixa dois filhos pequenos.

Angela era passageira do veículo Jetta conduzido pelo namorado de 25 anos. Bêbado e em alta velocidade, o rapaz ‘furou’ o sinal vermelho no cruzamento da com a Rua Dr. Paulo Machado e atingiu um veículo Tracker, conduzido por uma mulher de 27 anos. Com a batida, a condutora teve o braço quebrado.

Depois, o Jetta só parou ao bater também em um muro. O Corpo de tentou realizar a reanimação de Angela, sem sucesso.

O namorado dela foi preso em flagrante e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Porém, no veículo, havia várias garrafas de cerveja e ele confessou que estava em um bar desde as 17h30.

Amigos e familiares

Amigos e familiares de Angela postaram nas homenagens e lamentações sobre a morte prematura da jovem.

Uma amiga postou uma conversa com a vítima, onde Angela pedia para se reunir, mas a amiga disse que iria combinar algo depois. “A vida passa como um sopro, e hoje mais do que nunca eu entendo a frase que diz: ‘Não deixe para amanhã porque o amanhã pode não chegar’, Te amo para sempre loira”, publicou.

“É difícil entender os planos de Deus, mil perguntas na cabeça nesse momento, mas só consigo dizer que vou sentir para sempre sua falta…”, escreveu outra amiga.

O Polo Universitário de lamentou a morte da jovem que era graduanda do curso de Biomedicina. “Nesse momento de dor, o Polo Universitário se solidariza com todos os familiares e amigos, expressando as mais sinceras condolências”.