Policiais da Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos) prenderam nesta quarta-feira (8), o último suspeito de ter furtado o escritório do deputado federal Dagoberto Nogueira (PSDB) em Campo Grande. O crime aconteceu em outubro deste ano e outros dois comparsas já estavam presos.

O jovem, de 21 anos, e outros dois integrantes do trio, de 20 anos, invadiram o escritório localizado no Bairro Vivendas do Bosque, no dia 4 de outubro. O local é usado como escritório de um político. Os suspeitos furtaram computadores, notebooks, impressora multifuncional e um botijão de gás.

No dia seguinte ao crime, os comparsas foram presos durante uma da Derf. Os objetos furtados foram apreendidos pela Polícia Especializada e depois foram devolvidos à vítima.

Nesta manhã, o terceiro integrante do grupo foi preso. Ele estava com mandado de prisão preventiva em aberto por furto qualificado. Ele foi detido no bairro Jardim Imperial e pode cumprir de até oito anos de prisão.

Saiba Mais