Protetores pedem para cuidar de cachorro doente, mas tutor optou pela eutanásia

Animal que segundo os protetores vai direto para eutanásia
| 27/05/2022
- 15:53
Protetores pedem para cuidar de cachorro doente, mas tutor optou pela eutanásia

Protetores de animais denunciaram um cachorro desnutrido que estava no quintal de um imóvel comercial para alugar. O CCZ (Centro de Controle De Zoonoses) foi acionado para fazer o do animal, que segundo os protetores vai para eutanásia.

Um dos protetores que estava em frente à residência que fica na Vila Margarida, em Campo Grande, relatou que pediu para o tutor do cachorro, para cuidar do animal, mas teve o pedido negado pelo proprietário do cão.

"Já sentenciou o animal", lamenta o protetor, que tenta convencer o turor a entregar o cachorro para que possa receber o tratamento necessário, pois segundo o tutor, ele tem leishmaniose.

Um vídeo enviado ao Jornal Midiamax, mostra o animal no quintal do estabelecimento. Nas imagens é possível ver que o cachorro está desnutrido.

Outra cuidadora relatou que o cachorro não é objeto e que se o tutor quer que cuide o local, que coloque uma câmera de segurança. Ela que cuida de 23 cães e 40 gatos, disse que não teria como cuidar do animal.

"Se todo mundo fizesse sua parte, eu não teria tantos cães e gatos", relata indignada com a situação.

Conforme o delegado Maércio Alves Barbosa, da (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), tudo vai ser resolvido como tem que ser resolvido, afirma. "O cachorro é velho, já está nas últimass, o CCZ já foi acionado e está indo resgatar o animal", disse.

Veja também

Últimas notícias