Polícia paraguaia fecha cerco contra organização que movimenta mais de 100 milhões de dólares com cocaína

Dinheiro gerado pelo narcotráfico na Europa é aplicado em imóveis, aviões e carros de luxo
| 22/02/2022
- 13:19
Frota de caminhões apreendida pela operação
Frota de caminhões apreendida pela operação - Senad/Divulgação

Uma grande logística operacional montada pela polícia paraguaia foi iniciada na manhã desta terça-feira (22), denominada “Ultranza”. A ação é desencadeada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e que também recebe com o apoio do Estados Unidos, tem a finalidade de desarticular grande grupos que comandam o envio de cocaína para a Europa.

Informações divulgadas pela Senad, revelam que a estrutura montada pelas organizações criminosas envolvidas no narcotráfico internacional movimenta grandes fortunas em diversas cidades paraguaia, como em e também em Capitán Bado, que fazem fronteira com o Mato Grosso do Sul.

Até o momento segundo, levantamento feito pelos agentes paraguaios, já houve o confisco de mais de 100 milhões de dólares que foram aplicados em bens administrados pela organização. Além de mansões e fazendas, a operação já rastreou aviões, armas, motos  e carros de luxo.

A “Operação Ultranza”, que teve início em 2019, também conseguiu identificar cargas milionárias de cocaína que foram apreendidas também em 2020 e em 2021, todas com destino ao mercado internacional. “ Estes grupos são responsáveis pela circulação efetiva de milhões de dólares dentro do sistema financeiro nacional e internacional”, explica a Senad.

ultranza avioes 1. - Polícia paraguaia fecha cerco contra organização que movimenta mais de 100 milhões de dólares com cocaína

Veja também

Homem identificado como Evandro Telis Dos Santos foi executado a tiros na noite desta sexta-feira...

Últimas notícias