Motorista preso por tentar estuprar passageira nega crime e diz que usou droga durante trabalho

Ele alegou que se desesperou após a vítima começar a gritar
| 07/06/2022
- 13:29
Motorista preso por tentar estuprar passageira nega crime e diz que usou droga durante trabalho
(Reprodução, Vídeo)

Preso em na madrugada desta terça-feira (7), motorista de aplicativo de 38 anos alegou à polícia que se desesperou após a passageira se desesperar, mas não confirmou que tenha tentado estuprar a vítima. Ele ainda confessou que fez uso de pasta base de cocaína durante o trabalho.

Conforme relatado pelo , ele buscou a passageira na rodoviária e teria errado a rua, quando, segundo ele, avisou a vítima que faria o retorno. Ele alegou ainda que acabou entrando em uma rua escura. “Ela se apavorou e começou a gritar e eu me desesperei também”, disse.

Ainda de acordo com o acusado, a vítima teria saído correndo, deixando pertences no carro. “Nesse desespero eu joguei as coisas dela”, falou. Pertences da passageira foram encontrados na rua, após ela ativar a busca por localização em tempo real do celular, mas outros objetos ainda estavam no carro do suspeito.

O motorista ainda alegou que não teve tempo de fazer o relatório sobre a corrida ao aplicativo — mesmo afirmando à polícia que fez apenas duas corridas naquela noite, entre meia-noite e quatro horas. Ele também disse que teria cancelado a corrida da vítima sem querer e ainda confirmou que usou pasta base de cocaína na madrugada, durante o trabalho.

O que disse a passageira

Já a vítima contou que chegou na rodoviária e pediu a corrida por aplicativo. No caminho, percebeu que o motorista tinha cancelado a viagem e questionou o que tinha acontecido. Ela ainda notou que o suspeito começou a andar por ruas escuras.

O homem teria pedido para abastecer e a vítima disse que não se importava. No entanto, ao passar perto de um posto, ele parou o carro e trancou as portas, desligando o carro. Foi neste momento que passou as mãos no cabelo da vítima, depois puxou e pegou o celular da passageira.

A mulher não conseguiu abrir a porta, então o motorista novamente ligou o carro, quando a vítima abriu a janela e se jogou do veículo em movimento. Ela correu e conseguiu pedir um celular emprestado para uma pessoa que passava na rua, quando ligou para a Polícia Militar e para o marido.

O celular da vítima foi encontrado jogado na rua e o suspeito acabou preso em casa pela equipe da PM, encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Veja também

Armado com um facão e de posse de um simulacro de arma de fogo, um...

Últimas notícias