Justiça expede mandado e casal é preso por abuso de vulnerável

Foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Iguatemi, onde aguardarão as determinações do Poder Judiciário
| 03/02/2022
- 00:15
Guarda roupa onde a jovem ficou escondida (Polícia Civil)
Guarda roupa onde a jovem ficou escondida (Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu um casal acusado de estupro de vulnerável na manhã desta quarta-feira (2) em Iguatemi, cidade a 412 quilômetros de Campo Grande. Os investigadores realizaram uma operação na cidade para o cumprimento dos mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário. Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Iguatemi, onde aguardarão as determinações do Poder Judiciário. 

Crime ocorrido em 2019

Em agosto de 2019, o padastro, na época com 39 anos foi preso. De acordo com a polícia, ele teria abusado da adolescente em dezembro de 2018. Após investigações, a polícia então foi até a casa do casal e encontraram a menina escondida no guarda-roupas.

Ainda segundo a polícia, ele começou a ser investigado em 2019, após denúncia de que populares viram ele beijando a menina em uma confraternização de em 2018. Após ele começar a ser investigado, o casal se separou e a menina foi morar com a avó.

Porém, tempo depois, os dois reataram e a polícia teve informação de que a menina estava morando novamente com o casal. Foi quando os policiais foram à casa e se depararam com a jovem escondida no guarda-roupas. A mãe foi apontada por esconder a menina. Após as investigações e o caso ter ido à Justiça, foi expedido o mandado de prisão.

Veja também

A Polícia Federal e Receita Federal apreederam 25 toneladas de peróxido de hidrogênio que, segundo...

Últimas notícias