Acusado de matar dono de lava jato e eletricista é preso em Campo Grande

Um homem que passava pelo local também foi morto
| 28/06/2022
- 12:53
Acusado de matar dono de lava jato e eletricista é preso em Campo Grande
Foto: Henrique Arakaki/Midiamax

Foi preso no início da tarde desta terça-feira (28) Joe Magnum, acusado do assassinato de Luiz Conceição Tierre, de 36 anos, no dia 27 de maio. A execução aconteceu na Avenida das Bandeiras e Adriano Medeiros Pereira, de 33 anos, que passava pelo local na hora do crime, também acabou morto por uma bala perdida.

Conforme as primeiras informações, equipe do GOI (Grupo de Operações e Investigações) prendeu Joe em uma chácara, na região próxima ao Bairro Atlântico. O acusado, que estava foragido, será encaminhado para a 5ª Delegacia de Polícia Civil, que investiga o duplo homicídio.

Dono de lava jato foi executado a tiros
Joe Magnum - Divulgação

O delegado Rodolfo Daltro, da DP, relatou que Tierre teria um relacionamento extraconjugal com a funcionária do lava jato. O ex-marido da mulher teria descoberto e, para se vingar, assassinou a vítima com em frente ao estabelecimento.

O eletricista Adriano, que estava a caminho da empresa onde trabalhava há 1 ano, acabou atingido pelos disparos e morreu também no local.

Procurado por assassinar dono de lava jato

Inicialmente, Joe teria demonstrado intenção de se apresentar à polícia, mas acabou fugindo após ser expedido o mandado de prisão preventiva. Desde então, ele era considerado foragido pelos assassinatos.

Na época, ainda foi cogitado se o assassinato de Tierre teria sido motivado por um desacerto comercial devido a serviços de agiotagem.

Duplo assassinato

As imagens das câmeras de segurança revelaram o momento em que o atirador chega pela rua lateral e faz os disparos contra Luiz, que está no lava jato. A vítima corre para o meio da rua e é perseguida pelo criminoso, que atira outras vezes. Luiz foi executado na frente de pelo menos três funcionários.

O eletricista Adriano, que passava pelo local a caminho de seu trabalho, acabou atingido por um tiro embaixo da axila. Ele perdeu o controle da que pilotava, derrapou e caiu, morrendo no local.

Veja também

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Campo Grande de e Miranda fiscalizaram 46 embarcações e...

Últimas notícias