Um adolescente de 16 anos foi levado para a Deaji (Delegacia Especializada de Atendimento a Juventude e a Infância), nesta terça-feira (28) depois de espancara sua esposa de 22 anos, no bairro Vila Cidade Morena, em . Ele ameaçou os policiais afirmando que eles deveriam ‘morrer’.

A foi chamada por volta das 11h30 da manhã desta terça (28) até a residência onde estava o casal. Quando os militares chegaram encontraram o garoto descontrolado com um bebê no colo. Ele gritava a todo momento que iria matar a mulher.

Foi feito o pedido para que entregasse o enteado a , mas o adolescente resistiu até que a mulher conseguisse pegar o filho. Os militares tiveram de imobilizar o garoto, que se debatia e se negava a ser levado para a delegacia. Durante a apreensão, o garoto fez ameaças aos policiais dizendo, “polícia tem de morrer’.

Ele ainda disse que era da PCC (Primeiro Comando da Capital), e que quando saísse da cadeia iria matar os militares e a mulher. Mas, na delegacia ele acabou desmentindo que era do PCC e pediu desculpas por xingar os policiais falando que estava nervoso.

O adolescente já havia sido internado por duas vezes na (Unidade Educacional de Internação).