O juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, deve se pronunciar na próxima sexta-feira (31), sobre a prisão dos envolvidos na morte do policial civil Dirceu Rodrigues dos Santos, 38 anos. De acordo com nota publicada no site do Tribunal de Justiça (TJ MS), a decisão definirá se os acusados responderão ao processo em liberdade ou se será decretada a prisão preventiva dos envolvidos.

Ainda conforme a nota, a justiça recebeu a comunicação da prisão em flagrante de sete acusados de envolvimento no assassinato do investigador, na última terça-feira (28).

Morte – O investigador Dirceu era lotado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) e foi morto durante uma investigação de roubo de uma joia avaliada em R$ 80 mil. Ele estava com outro policial identificado como Osmar Ferreira, que também foi agredido pelos criminosos.

Após o assassinato, cinco pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido por envolvimento na morte de Dirceu.