Campo Grande sedia Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária

Teve início na manhã desta segunda-feira (4), no auditório da Escola Superior de Controle Externo do Tribunal de Contas, em Campo Grande, o Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária, que conta com a participação de oficiais das Polícias Militares, Corpo de Bombeiros e delegados das Polícias Civis de 12 Estados brasileiros. A abertura oficial do […]
| 04/08/2014
- 21:35
Campo Grande sedia Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária

Teve início na manhã desta segunda-feira (4), no auditório da Escola Superior de Controle Externo do Tribunal de Contas, em Campo Grande, o Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária, que conta com a participação de oficiais das Polícias Militares, Corpo de Bombeiros e delegados das Polícias Civis de 12 Estados brasileiros.

A abertura oficial do curso contou com a presença do coordenador nacional de Polícia Comunitária da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), Márcio Júlio da Silva Matos, do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública Wantuir Jacini e do coordenador Estadual da Polícia Comunitária Reginaldo Medeiros.

O objetivo do curso é capacitar os participantes, à docência de disciplinas no contexto da Polícia Comunitária e para a condução de projetos capazes de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, oferecendo assim, uma proposta inovadora capaz de desenvolver aptidões comportamentais e cognitivas na adoção da filosofia e no gerenciamento da segurança pública.

O coordenador nacional Márcio Júlio, que ministra as seis primeiras horas/aulas do curso, destacou que o Estado é exemplo para o país, no desenvolvimento e aplicação da filosofia da Polícia Comunitária. “A Senasp executa o projeto de Polícia Comunitária desde 2006, quando foi criada a Doutrina Nacional de Polícia Comunitária, que busca uma atuação integrada entre a polícia e a sociedade, trabalho desenvolvido com destaque por Mato Grosso do Sul”, explica.

Para o secretário Jacini, o objetivo maior é aproximar cada vez mais as polícias da comunidade, conhecer os problemas existentes e desta forma prevenir a violência e os crimes. “A ideia desse curso e capacitar docentes, para que treinem os policiais para interagirem com a comunidade, focando no policiamento orientado para a prevenção e solução de problemas”, destacou o secretário.

De acordo com o coordenador Estadual de Polícia Comunitária, já foram formados em Mato Grosso do Sul 285 multiplicadores e a turma que teve início hoje conta com 37 alunos, que serão capacitados a lecionar a filosofia da Polícia Comunitária para 12 unidades da federação.

Também participaram da abertura do curso, o Comandante Geral da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul, coronel Valter Godoy Rojas, o Chefe do Estado Maior da PMMS, coronel Carlos de Santana Carneiro, o comandante do Comando de Policiamento de Área da Região do Bolsão, Holivaldo Muniz e representantes de Conselhos de Segurança da Capital.

Veja também

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou proprietários de oficinas mecânicas em R$ 10 mil por...

Últimas notícias