Novos ataques russos deixam ao menos 18 mortos no sul da Ucrânia

Os bombardeios ocorreram poucas horas depois do encerramento da cúpula dos líderes da Otan.
| 02/07/2022
- 09:08
Novos ataques russos deixam ao menos 18 mortos no sul da Ucrânia
Mais corpos foram encontrados em Kiev

Ao menos 18 pessoas morreram nesta sexta-feira, 1º, em dois ataques russos na região de Odessa, no sul da . Os bombardeios ocorreram poucas horas depois do encerramento da cúpula dos líderes da Otan, em Madri, em que a aliança confirmou a liberação de novos pacotes de auxílio para o governo ucraniano e classificou a Rússia como a principal ameaça à segurança global.

Segundo o serviço de emergência ucraniano, "aeronaves estratégicas russas voando sobre o Mar Negro" lançaram o ataque em Odessa. Um míssil atingiu um edifício residencial de nove andares e o outro, um centro de recreação no bairro de Bilhorod-Dnistrovski.

"Aconteceu o pior cenário possível e dois aviões estratégicos chegaram à região de Odessa", disse o porta-voz da administração regional da cidade, Sergei Bratchuk.

O serviço de emergência ucraniano disse inicialmente que 17 pessoas morreram e 30 ficaram feridas. No entanto, Kirilo Timochenko, um assessor presidencial, escreveu mais tarde no Telegram que o número de mortos havia subido para 18 - incluindo 2 crianças.

Cerco

O ataque ocorre em um momento em que forças ocidentais tentam apertar o cerco a Moscou. Em Madri, além da nova diretriz de segurança da Otan, países como EUA e confirmaram o envio de mais armas e ajuda financeira à Ucrânia. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

Veja também

Animal teria ingerido grande quantidade do 'mel louco'

Últimas notícias