Idosa de 70 anos foi morta após ser pisoteada por um elefante enquanto coletava água em uma vila no leste da . O que mais chamou atenção nesse caso é que, mais tarde, o mesmo animal, foi até o funeral da mulher e a pisoteou novamente. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

O caso aconteceu no dia 9 deste mês, quando Maya Murmu foi surpreendida pelo animal e acabou tendo seu corpo esmagado pelo elefante. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital, informou ao jornal o inspetor da de polícia de Rasgovindpur, Lopamudra Nayak.

Porém, na mesma noite, o elefante apareceu novamente, derrubou o corpo da mulher de sua pira funerária e pisoteou novamente. Em seguida, desapareceu na noite.

Conforme jornais locais, a cerimônia seguiu normalmente após o animal deixar o local. As autoridades acreditam que o animal viajou cerca de 200 km para chegar ao local da morte.

A Índia é um país com forte presença dos elefantes e dados oficiais apontam que cerca de 100 pessoas são mortas por elefantes todos os anos. Porém, há fundações que acreditam que esse número possa ser até três vezes maior.