Na manhã desta quarta-feira (15), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, viajou até Kentucky na intenção de oferecer apoio de seu governo ao estado atingido por uma série de tornados deixando dezenas de mortos, vários armazéns, fábricas e casas destruídos.

Pela manhã, enquanto estava a caminho, o presidente pôde ver máquinas trabalhando para limpar os escombros causados pelo tornado. Nos primeiros dias de desastre, logo no início, Biden declarou estado de emergência.

O presidente prometeu toda a ajuda das autoridades federais. “Estaremos ali o tempo que for preciso para ajudar”, disse Biden na segunda-feira na Casa Branca, após uma reunião dedicada à estratégia a ser seguida devido aos efeitos do fenômeno meteorológico excepcional que também cobrou vítimas nos estados vizinhos de Tennessee, Illinois, Missouri e Arkansas.

“Isso é o que o governo avisou a todos os governadores: o que precisarem, quando precisarem”, vocês terão, enfatizou o presidente.
Segundo o site Istoé, Biden, que fez da empatia um de seus traços de identidade, e que elogiava em cada oportunidade a capacidade dos americanos de se manterem unidos em tempos difíceis, tomou cuidado para não politizar a visita antes de sua partida.