A campanha à reeleição do presidente dos , Donald Trump, declarou na Pensilvânia nesta quarta-feira, apesar de a contagem de votos não ter encerrado no estado. O republicano também informou que entrará na justiça para tentar interromper a apuração, alegando “falta de transparência”.

“O presidente Donald Trump ganha a Pensilvânia”, diz uma postagem no Twitter oficial da campanha. De acordo com o New York , com 83% dos votos apurados no estado, Trump lidera com 52,3% e o democrata Joe Biden aparece com 46,4%.

Mais cedo, a secretária de Estado da Pensilvânia, Kathy Boockvar, afirmou que a contagem dos votos deve terminar até esta sexta-feira, 6 de novembro.