Neymar foi multado em mais de R$16 milhões pelas realizadas em sua mansão em Mangaratiba, , para a criação de um lago artificial.

Segundo o portal G1, a decisão foi tomada pela Juraciara Souza Mendes da Silva, procuradora-geral da cidade.

Entre as muitas infrações cometidas estão: movimentação da terra sem a devida autorização, descumprimento deliberado de embargo, instalação de atividades sem o devido instrumento de controle ambiental e supressão de vegetação sem autorização.

A decisão tomada pela procuradora-geral é decisivo: o jogador terá 20 dias para fazer um recurso administrativo. Existe também a possibilidade de recorrer à Justiça comum como fez Neymar da Silva, pai do jogador, na semana passada.

Entenda

O grande lago artificial de Neymar será inaugurado com festa, apesar de interdição e multa por suspeita de crime ambiental. A que durou dez dias fez parte de um reality show de paisagismo, o que permitiu que o jogador não gastasse R$1 com a construção. Nesse projeto, os participantes pagaram, cada um deles, entre R$120 mil (à vista) ou R$140 mil (quem decidiu parcelar), pela promessa de colocar a mão na massa, fazer novas parcerias de negócios e evidenciar seu nome através da imagem do jogador.

Conduzido pelo empresário Ricardo Caporossi Junior, especialista em paisagismo e piscinas naturais, o reality “Genesis Experience” foi divulgado em abril. Com apenas dez vagas, os interessados tiveram que responder algumas perguntas, preencher um formulário e pagar a inscrição, com um valor inicial de R$400. Em troca, todas as refeições e hospedagens foram arcadas pela empresa contratante.

A obra foi divulgada em uma conta nas redes sociais, para que os internautas pudessem acompanhar. Em alguns vídeos publicados é possível ver Neymar ajudando na construção, seu pai interagindo com os participantes, e um do que foi feito nesses dez dias no lago, que recebeu pedras, peixes e um paisagismo exclusivo.