Tá confirmado: após 2 anos suspenso, Festival América do Sul Pantanal será em maio em Corumbá

O Festival América do Sul Pantanal segue em fase de planejamento, mas já cria expectativas aos moradores da região
| 11/02/2022
- 19:10
Edição do Festival América do Sul Pantanal em 2019
Edição do Festival América do Sul Pantanal em 2019 - (Foto: Reprodução/Prefeitura de Corumbá)

Depois de dois anos suspenso por causa da pandemia, o Festival América do Sul retoma as atividades em 2022 e já tem até data confirmada no calendário de Corumbá. É o que afirmou a FCMS (Fundação de Cultura de ) ao Jornal Midiamax. A última edição aconteceu em 2019. Desde então, evento está parado na região por causa do avanço pandêmico. Porém, o alto índice de vacinação em Mato Grosso do Sul reverteu o cenário e, agora, população comemora a retomada das atividades no pantanal sul-mato-grossense.

Em nota à equipe de reportagem, a FCMS informou que o Festival América do Sul Pantanal tem data confirmada para acontecer de 26 a 29 de maio em Corumbá, cidade a 420 quilômetros de Campo Grande. Na última terça-feira (8), foi realizada uma audiência pública na cidade juntamente com representantes e população para ouvir as expectativas dos corumbaenses para o Fasp (Festival América do Sul Pantanal).

Ainda em fase de planejamento, não há nada confirmado sobre local e atrações. Porém, a FCMS adiantou que o tema da edição apresentado foi os '100 anos da Semana de Arte Moderna', com homenagem aos artistas sul-mato-grossenses Lobivar Matos e Lídia Baís. No entanto, a população ainda não ‘bateu o martelo’ sobre a proposta. Assim, o tema será decidido em breve.

Ladário vai participar do Fasp

Outra informação que alegrou os moradores da região foi a inclusão da cidade de Ladário no Festival América do Sul Pantanal. Além disso, será lançado edital para seleção dos artistas locais que vão participar do evento.

Dentre as sugestões dos moradores para a realização do Festival, destaca-se a inclusão da literatura indígena no Quebra-Torto, a participação dos profissionais da capoeira da cidade de Corumbá, contratação de produtores locais para ações e atividades da programação,  pauta negra das religiões de matriz africana e muito mais.

“Todas as sugestões vão ser muito bem avaliadas por nós, vamos estudar com muito carinho tudo o que vocês estão propondo. Vocês vão fazer parte do Festival. A participação de Ladário está garantida, assim como também a volta do Fasp para o mês de maio”, finalizou o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Gustavo Cegonha, durante a audiência.

Biossegurança

Mesmo com o avanço vacinal da população sul-mato-grossense, a biossegurança é uma das preocupações do Fasp. De acordo com os organizadores, todas as decisões serão tomadas conforme o que o Prosseguir orientar.

Curtiu? Segue a gente no InstagramFacebook e TikTok. Tem sugestões? Mande pelas redes sociais ou pelo WhatsApp do MidiaMAIS: (67) 99852-0998.

Veja também

Na sequência de vídeos publicadas pela influenciadora digital, ela explicou as duas situações onde teve dados médicos divulgados sem autorização

Últimas notícias