Produtora vende pipoca em MS para custear 1º filme sobre dislexia da América Latina

Natural da cidade interiorana, Rachel Campos deu detalhes sobre filme 'Lição de Casa', produzido de forma independente
| 21/07/2022
- 14:00
Filme Lição de Casa
Produção do filme Lição de Casa (Foto: Arquivo Pessoal)

A dislexia é um distúrbio genético que faz com que as pessoas diagnosticadas tenham dificuldades no aprendizado, na leitura e também na escrita. Com objetivo de custear o primeiro filme sobre essa temática gravado na América Latina, a produtora Rachel Campos, de 30 anos, está em Nova Andradina – cidade a 298 quilômetros de Campo Grande – para vender pipoca e conquistar o lucro. Natural da cidade interiorana, ela compartilhou com o MidiaMAIS sobre a sua história e detalhes do longa-metragem ‘Lição de Casa’.

Rachel nasceu em Nova Andradina e tem limitação auditiva desde os três meses de vida por conta de um erro médico. Encontrou no audiovisual, então, uma forma de se sentir completa para poder se expressar.

“Estamos produzindo o primeiro longa-metragem sobre Dislexia da América Latina. Estamos produzindo  de forma independente, dando espaço para algumas crianças da Vila Mapa, na Zona leste de Porto Alegre atuarem e realizarem seus sonhos”, afirma.

Atualmente morando em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ela está de volta ao território sul-mato-grossense para fazer história no cinema brasileiro. No interior, produz em média de 50 a 80 pacotinhos de pipoca para vendas. O lucro é destinado para a finalização do filme ‘Lição de Casa’.

“Para tirarmos o projeto do papel e podermos pagar a alimentação das crianças, precisamos de apoio [...] Além do tema Dislexia e desafios da educação, traremos questões sociais decorrentes da gravidade da na vida da população mais humilde”, revela Rachel.

Filme 'Lição de Casa'

Rachel e Joice Oliver comandam “Lição de Casa”, longa-metragem ficcional e o primeiro da América Latina a abordar sobre a temática da dislexia. Elenco conta, em média, com 20 pessoas. A equipe de filmagem se dispôs voluntariamente em prol da causa social. Agora, toda a produção busca arrecadar R$ 10 mil para a finalização da obra.

Além de trazer entretenimento, filme também desenvolverá um material didático em relação aos direitos e necessidades de pessoas que possuam limitação física ou intelectual. Enredo conta a história da amizade entre menino com dislexia e uma menina cega, sendo que ambos tentam se ajustar ao sistema de ensino onde algumas pessoas estão completamente despreparadas.

Filme Lição de Casa
Filme Lição de Casa (Foto: Arquivo Pessoal)

“Queremos despertar a conscientização a respeito da importância de que o sistema educacional abrace todas as pessoas que dependam de uma atenção especial. Além disso, parte da história do filme se dará durante a pandemia do COVID-19 e abordará os anseios e problemas que o mundo se deparou durante este período”, comentam as responsáveis pelo filme.

A intenção é que obra seja vista por festivais a redor do mundo, dando, assim, a devida importância sobre o tema.

Sinopse

Lucas é um menino incompreendido por sua dificuldade em ler e escrever. Ele vive com as duas irmãs e seus pais, Luciana e Marcos. O cotidiano da família é alterado com a chegada de Pilar, irmã de Luciana, que se torna responsável pelos cuidados dos sobrinhos, mesmo que a relação das irmãs ainda esteja abalada por questões familiares passadas.

Aos poucos, Pilar percebe a dificuldade de aprendizado de Lucas. Isso faz com que ela comece a investigar o que o menino possa ter, o que a leva a suspeita de Dislexia. Lucas inicia um forte laço de amizade com Maria Flor, a nova aluna visual da escola. Flor é filha da professora Diana (tia de Flor e Dudu), que foge para Porto Alegre depois de sofrer inúmeros abusos do marido. Com o advento da pandemia, as vidas destas famílias são transformadas, logo, eles precisam lidar com problemas e sentimentos guardados há muito tempo.

Quer ajudar?

Você se identifica com a causa e quer ajudar a produção do filme ‘Lição de Casa’? Entre em contato Catrina Films para mais detalhes sobre arrecadação: (51) 9 9948-8407.


Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok. Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do Midiamais.

Veja também

A Ginga Espaço de Dança representou o Estado com a coreografia ‘Omulú’ e trouxe o prêmio para casa

Últimas notícias