Ano do tigre: imigrantes e descendentes okinawanos celebram novo ciclo em Campo Grande

Festa não é realizada pelo segundo ano consecutivo, mas vídeo especial não deixa a data passar em branco na Capital
| 03/02/2022
- 14:30
Vídeo foi lançado no dia 1º de fevereiro
Vídeo foi lançado no dia 1º de fevereiro, data da virada do ano chinês - (Fotos: Henrique Arakaki)

Teve início em 1º de fevereiro, pelo calendário lunar, o ciclo energético do Ano do Tigre de Água e, com ele, o dinamismo no cenário global e cotidiano em 2022. Para celebrar a data, os imigrantes okinawanos e seus descendentes fizeram uma cerimônia singela, mas bastante especial.

Impossibilitados de fazer a grande festa pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia do coronavírus, a Associação Okinawa de Campo Grande celebrou a data, mais uma vez, de um jeito diferente: apresentando um vídeo inédito como forma de homenagem para todos que abraçam e vivenciam essa cultura.

ano do tigre - Ano do tigre: imigrantes e descendentes okinawanos celebram novo ciclo em Campo Grande
Fantasia dos leões que protegem a ilha de Okinawa - os Shishimai - em Campo Grande (Fotos: Henrique Arakaki)

"Vamos começar o ano de um jeito diferente? Iniciar um novo ciclo e mudar a energia na qual estamos vivendo? Convidamos você e sua família a viver algo novo, aproveitando a sabedoria, arte e história que vem de Okinawa", declarou a Associação em publicação nas redes sociais.

Conhecidos pela resiliência, cortesia e coragem diante do desconhecido, os okinawanos trazem dentro de si a herança Utiná, de um Reino Independente até o século XIX, terra da diplomacia. Em Campo Grande, há um legado plantado há décadas pelos imigrantes que fincaram aqui suas raízes e pelos descendentes seguem propagando os costumes, não deixando a cultura morrer.

"Permita-se vivenciar o espírito uchinanchu", diz a Associação Okinawa ao apresentar a gravação que celebra o novo ano. Assista:

Ano do tigre

O Ano do Boi chegou ao fim e o Ano do Tigre começou oficialmente no início de fevereiro. De acordo com a antiga filosofia chinesa de yin e yang, segundo a qual as forças opostas se unem em harmonia, a transição representa a mudança de um boi yin para um tigre yang.

"A natureza lenta, gentil e trabalhadora do boi, que manifestava o de 2021, será substituída pela velocidade, força e poder do tigre em 2022", segundo o Japan Times. Diferente do boi, o tigre é ativo e motivado, o oposto do boi lento, macio e passivo, diz o astrólogo chinês e ocidental Júpiter Lai, de Hong Kong.

Isso significa que o nível geral de energia em 2022 será, portanto, mais alto do que era em 2021. Confira abaixo os bastidores das gravações do vídeo de homenagem feito em Campo Grande.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Associaçao Okinawa CG (@okinawa_cg)

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Associaçao Okinawa CG (@okinawa_cg)

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Associaçao Okinawa CG (@okinawa_cg)

Veja também

O bebê foi levado para adoção, pois atriz teria descoberto gestação já na fase final

Últimas notícias