Apesar de alta da Covid, Campo Grande descarta novas medidas restritivas

Prefeito mencionou que a procura de sintomáticos respiratórios caiu nas UPAs da Capital
| 06/01/2022
- 20:40
Prefeito foi diagnosticado com Covid-19 em 5 de janeiro.
O prefeito afirmou que o número de casos Covid-19 confirmados caiu nesta semana. - Foto: Arquivo Midiamax.

Apesar da recente alta de casos positivos Covid-19 e Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave), o prefeito (PSD) descarta novas medidas restritivas em Campo Grande. O gestor municipal destacou que a procura de sintomáticos respiratórios diminuiu nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Ao Jornal Midiamax, Marquinhos afirmou que medidas restritivas são descartadas, “principalmente por duas notícias boas”. Segundo ele, houve diminuição no “número de casos confirmados de ontem para hoje" e "diminuiu consideravelmente a procura de pessoas nas UPAs”.

O prefeito citou que “na semana 52 houveram 444 casos positivos em Campo Grande, nesta semana 53, de domingo até aqui, foram confirmados 216 casos”. Conforme os dados citados por Marquinhos, o número de 13 internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) se manteve nas últimas 24h. “Todos aqueles que estão sendo testados eles não estão precisando ser encaminhados para UTI”, disse.

Ele ainda lembrou que duas pessoas faleceram na semana anterior. “Nessa semana, graças a Deus, não tivemos nenhum óbito até aqui”. Apesar dos dados mostrarem uma melhora no quadro geral, o prefeito considera que não é “nada que a gente possa comemorar por enquanto”.

Segundo o prefeito, a mensuração do cenário em Campo Grande deve ser constante. Os levantamentos são realizados a cada dois dias. “O fato de ter caído a procura e o número de casos positivos, não nos coloca na situação de cruzar os braços

Vacinação continua

Positivado para Covid-19 na quarta-feira (5), Marquinhos Trad trabalha em casa para manter o isolamento social. Tranquilo em relação à primeira confirmação da doença desde o início da pandemia, o prefeito garante que a boa reação do organismo é resultado da vacinação completa.

“Até agora não tive nenhum sintoma, nem dá para dizer que são leves. Não tenho nenhum sintoma devido às três doses da vacina que eu tomei”. O prefeito aproveitou para fazer apelo para a população que ainda não se imunizou contra a Covid-19.

“Peço às pessoas para elas se vacinarem. Aquelas que não tomaram sequer a primeira dose, devem comparecer. Aquelas que tomaram a primeira e deixaram de retornar, a gente pede, por favor, que retorne. E aquelas que estão no calendário da terceira, a mesma recomendação. Vacina no braço”, destacou.

Em Campo Grande, a vacinação contra Covid-19 vai até às 18h nesta quinta-feira (6) nos drives-thru. São mais de 40 locais disponíveis para aplicação de doses, espalhados por todas as regiões da Capital. Para conferir o ponto de vacinação mais próximo de você, clique aqui.

Últimas notícias