Governo reitera a servidores que reajuste salarial de 2015 foi antecipado

Representantes dos servidores reuniram-se com secretário de Governo
| 12/05/2015
- 20:39
Governo reitera a servidores que reajuste salarial de 2015 foi antecipado

Representantes dos servidores reuniram-se com secretário de Governo

Representantes de servidores públicos de Mato Grosso do Sul deixaram reunião com representantes do governo, nesta terça-feira (12), com a mesma resposta que tem sido reiterada pelo Executivo: reajustes salariais foram antecipados a diversas categorias e, portanto, não há “nova revisão a ser concedida para a data base de maio de 2015”.

A informação consta em nota divulgada no site do Executivo, após conversa entre o secretário de Governo, Eduardo Riedel, integrantes da Feserp (Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais) e do Fórum dos Servidores. Ao fim do documento, o governo do Estado diz reiterar disposição em manter diálogo com as categorias do funcionalismo.

Em outro trecho da nota, o governo informa que fará o reajuste da Parcela Constitucional de Irredutibilidade e dos celetistas, não contemplados nas revisões que passaram a vigorar em dezembro de 2014. O percentual será definido por um grupo de trabalho.

Além disso, também há entendimento de que um calendário de reuniões a ser definido. O objetivo é discutir distorções e avanços com diferentes categorias de servidores, ampliando a pauta para além da questão salarial.

Leia a nota na íntegra:

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul vem a público informar que recebeu integrantes da Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais (Feserp/MS) e do Fórum dos Servidores que reúne diversas categorias, nesta terça-feira (12), para mais uma reunião sobre pautas salariais. O Governo esclareceu que:

1) Conforme parecer da Procuradoria Geral do Estado, houve antecipação da revisão geral anual do exercício 2015 em dezembro de 2014, não havendo nova revisão a ser concedida para a data base de maio de 2015 às categorias já beneficiadas. Portanto, não se trata de reajuste zero, mas sim confirmar o valor já aplicado a partir da folha de dezembro de 2014;

2) O Governo confirmou o reajuste da Parcela Constitucional de Irredutibilidade (PCI) e dos servidores celetistas, não contemplados na antecipação de dezembro. Um grupo de trabalho vai deliberar sobre o percentual;

3) Reafirmando seu compromisso com a execução de uma política de valorização do , o Governo do Estado vai fixar um calendário de reuniões contemplando as categorias profissionais que compõem o serviço público estadual. O objetivo é discutir a realidade de cada grupo a fim de diminuir distorções e propor avanços. Não apenas com relação aos salários, mas incluindo condições de trabalho e qualificação profissional;

4) Por fim, o Governo que se inicia reitera sua disposição ao diálogo com todos os servidores públicos, garantindo a transparência e a objetividade de toda e qualquer negociação.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias