Prefeitura oferece abrigo a sem-teto que se instalou no Parque Imbirussu

O sem-teto que está morando dentro do Parque Imbirussu, próximo do Jardim Zé Pereira, em Campo Grande, foi convidado pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) a receber tratamento no Cetremi (Centro de Triagem ao Migrante). Contudo, segundo a equipe que foi até o local, o morador não demonstrou interesse em sair da área invadida. […]
| 05/08/2014
- 21:01
Prefeitura oferece abrigo a sem-teto que se instalou no Parque Imbirussu

O sem-teto que está morando dentro do Parque Imbirussu, próximo do Jardim Zé Pereira, em Campo Grande, foi convidado pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) a receber tratamento no Cetremi (Centro de Triagem ao Migrante). Contudo, segundo a equipe que foi até o local, o morador não demonstrou interesse em sair da área invadida. O objetivo desse tipo de conduta é dar  apoio às pessoas que se encontram neste tipo de situação social.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, uma viatura vai retornar ao parque nesta terça-feira (5). Caso o morador ainda esteja no local, ele deve ser levado à SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) para receber tratamento adequado.

Segundo a SAS, nestes casos são oferecidos para os sem-teto roupas, comida e um lugar para dormir. Para ajudar essas pessoas a SAS informou que a população pode ligar no telefone: 3314-3026. Este é o canal de atendimento para a realização de acolhimento.

Por outro lado, se o morador de rua estiver com algum problema de saúde, ele será encaminhado para uma UBS (Unidade Básica de Saúde), onde passará por exames e tratamento médico.

Após reclamação de alguns vizinhos, o Midiamax foi ao Parque Imbirussu, na última segunda-feira (4) para tentar escutar os moradores e, principalmente, o sem-teto. Porém, segundo um dos vizinhos, o cidadão não foi encontrado, pois trabalha com reciclagem de lixo e passa o dia todo na rua.

Últimas notícias